Online
Bem Vindo(a)!
Amora, geminiana. Onde o pensamento vaga, numa estrada interminável cheia de curvas, escolhas e sonhos, construídos em tijolinhos amarelos cor de rosa, onde o nada faz sentido e o sempre dura a eternidade de um olhar. O lugar onde a ingênuidade de quem vos fala, é morada. Registrando os desejos que luto, para que supere a realidade patética do dia-a-dia


" Tudo volta! E voltam mais bonitas, mais maduras, voltam quando tem de voltar, voltam quando é pra ser. "

—  Caio Fernando Abreu

(Fonte: recitarpoesias, via warllyssong-deactivated20120802)

Postado em 17/05/2012 às 1:04pm Reblog! | 1477 Notes |
Página 1 de 1